Dicas de Prevenção, Zelo e Saúde

Vitaminas

Conheça aqui

O nosso Blog Zelo Saúde!

Coronavírus

O que é?


O SARS-CoV-2 é disseminado entre humanos e, até o momento, mais de 100 milhões de casos
confirmados por laboratório foram relatados em todo o mundo. O novo agente do coronavírus
(nCoV-2019) foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.
O vírus demonstra 96% de similaridade com um coronavírus de um morcego-ferradura e muito
provavelmente surgiu de um transbordamento de morcegos ou animal (s) selvagem (s) para
humanos. Atualmente, duas variantes estão circulando no Reino Unido e na África do Sul e se
espalharam por muitos países ao redor do mundo.

A doença por coronavírus-2019 (COVID-19), causada pela síndrome respiratória aguda grave
coronavírus 2 (SARS-CoV-2), foi declarada uma pandemia global em 11 de março de 2020, pela
Organização Mundial de Saúde.

Espera-se que novas infecções continuem por muitos meses, e o vírus pode persistir
endemicamente por anos. Embora infecções graves e óbitos tenham sido relatados em todas
as idades e demografia, aqueles com mais de 65 anos e aqueles com condições pré-existentes
estão em maior risco de morte.

A população adulta mais velha sofre com o aumento das taxas de hospitalização e maiores
taxas de letalidade em comparação com a população mais jovem. Devido à imunosenescência
relacionada à idade, comprometimento cognitivo e funcional e múltiplas comorbidades,
manifestações de doenças infecciosas são variáveis ​​entre as populações de adultos mais
velhos. Evitar a exposição e a vacinação são essenciais para prevenir ou diminuir os surtos.
O SARS-CoV-2 tem um longo período de incubação e um indivíduo pode permanecer
assintomático enquanto infeccioso. Ao contrário dos surtos de influenza, um surto de COVID-
19 se espalha rapidamente (ou seja, alta taxa de ataque), é mais clinicamente grave e envolve
maiores consequências adversas, como mortalidade.

Quais as formas de transmissão?

O novo coronavírus é capaz de infectar humanos e pode ser transmitido de pessoa a pessoa
por gotículas respiratórias, por meio de tosse ou espirro, pelo toque ou aperto de mão ou pelo
contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido então de contato com a boca, nariz
ou olhos.

Quais os sintomas mais comuns?
- Febre
- Tosse e falta de ar
- Dores musculares e de cabeça, bem como confusão mental
- Irritação na garganta

- Desconforto no peito

O que fazer para se proteger e prevenir a contaminação?
1. Lave bem as mãos e com frequência, usando álcool em gel ou água e sabão.
Por quê? Lavar as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel mata os vírus que podem
estar nas suas mãos.

2. Mantenha uma distância mínima de 1 metro entre você e qualquer pessoa que tosse ou
espirra.
Por quê? Quando alguém tosse ou espirra, gotas de fluido que podem conter o vírus são
liberadas pelo nariz ou pela boca. Se você estiver muito perto, pode respirar as gotículas e,
com elas, o vírus COVID-19.

3. Evite tocar nos olhos, nariz e boca.
Por quê? As mãos tocam muitas superfícies e podem “pegar” vírus. Uma vez contaminadas, as
mãos podem transferir o vírus para os olhos, nariz ou boca. A partir daí o vírus pode entrar no
seu corpo e causar doenças.

4. Você e as pessoas ao seu redor devem manter uma boa higiene das vias aéreas. Isso
significa cobrir a boca e o nariz com o cotovelo dobrado ou com um lenço de papel quando
tossir ou espirrar. O lenço usado deve ser descartado imediatamente.
Por quê? Os vírus se espalham através de gotículas. Ao manter uma boa higiene respiratória,
você protege as pessoas ao seu redor contra vírus como resfriado, gripe e COVID-19.

5. Fique em casa se não estiver bem. Se você tiver febre, tosse e falta de ar, procure
atendimento médico e ligue com antecedência para o posto de saúde, UPA ou pronto-socorro.
Por quê? Ligar com antecedência permitirá que o seu atendimento seja direcionado
rapidamente ao centro de saúde certo. Isso também irá protegê-lo e ajudar a impedir a
propagação de vírus e outras infecções.

6. Mantenha-se informado sobre as últimas notícias sobre a COVID-19 em canais oficiais e siga
as orientações sobre como se proteger e a outras pessoas da COVID-19.
Por quê? Os canais oficiais terão as informações mais atualizadas sobre se a COVID-19 está se
espalhando em sua área e sobre os cuidados corretos para se proteger.

7. Confira as últimas notícias sobre as áreas mais perigosas (ou seja, as cidades e lugares onde
a doença está se espalhando mais amplamente). Se possível, evite se deslocar para essas
áreas, especialmente se você é idoso ou tem diabetes, doenças cardíacas ou pulmonares.
Por quê? Essas precauções devem ser tomadas nessas áreas, porque a probabilidade de
contrair COVID-19 é maior.

 

Qual o tratamento?

 

Os cuidados serão realizados pela equipe de saúde de acordo com a gravidade do caso.

 

Cuide-se!!!

Duvidas ou questões farmacêuticas?

Encaminhe agora mesmo para nossa equipe.

  • Instagram
  • Whatsapp